Você pode não perceber, mas sempre que trazemos a câmera para perto dos olhos, estamos tomando decisões sobre composição. Ou seja, a composição é como escolhemos enquadrar a imagem que estamos prestes a fazer. Há muitos livros escritos sobre composição e, embora não existam duas pessoas que enquadrem a mesma cena da mesma maneira, há algumas diretrizes gerais que podem ajudar a melhorar as suas fotos e vídeos e torná-los mais interessantes e atrativas.

1. Regra dos Terços

Uma das primeiras perguntas a fazer quando estamos compondo a imagem é: “Qual é o meu assunto?” De todas as coisas que vemos à nossa frente, qual delas é o motivo de tirarmos a fotografia? Depois que respondemos a essa pergunta, é possível trabalhar em como mostrar melhor aquele assunto. A regra dos terços é um guia para ajudá-lo a fazer exatamente isso.

Quando olhamos pelo visor ou através da tela LCD, podemos imaginar uma grade de jogo da velha sobre a cena. Algumas câmeras da Nikon possuem um item de menu que permite que apareçam linhas de grade na tela LCD. Essas linhas de grade são um guia para que você enquadre a imagem e não serão mostradas na imagem final.

Perceba como as linhas se cruzam. A regra dos terços sugere que esses pontos são os melhores lugares para posicionar o seu assunto. Esse procedimento geralmente resultará numa composição agradável e equilibrada.

Tente mover a câmera de maneira que o assunto apareça onde duas linhas se encontram. O assunto não precisa estar diretamente na intersecção, mas em algum lugar próximo dela. Tente fazer algumas composições diferentes para encontrar aquela que você mais gosta.

Essas mesmas linhas de grade podem ajudá-lo a manter o nível do horizonte e os elementos verticais em posição reta na sua fotografia.

inca-tern-grid-thirds
Aqui podemos ver a sobreposição da grade na foto de dois pássaros, com suas cabeças colocadas na intersecção das linhas, de acordo com a regra dos terços.

Inca-Tern-rule-of-thirds

Essa imagem dos passarinhos é um exemplo da regra dos terços.

giraffe-rule-thirds-grid

Aqui podemos ver as linhas de grade mostrando o deslocamento de um assunto, de acordo com a regra dos terços.

giraffe-in-grass-rule-thirds

Essa imagem de uma girafa sentada na grama é um ótimo exemplo da regra dos terços, onde sua composição é agradável.

2. Onde colocar a linha do horizonte

A maioria das imagens fica melhor se o horizonte estiver posicionado acima ou abaixo da posição mediana do quadro, não diretamente no centro da imagem. A exceção é na fotografia de um reflexo. Nesse caso, o horizonte no centro pode funcionar bem porque ele cria elementos similares no topo e no fundo, a cena acima e o reflexo abaixo.

Vail-Mountains-Silhouette

Ao fotografar uma paisagem, posicione o horizonte mais próximo ao topo ou, nesse caso, à parte de baixo do quadro, e não centralizada no meio.

flamingo-horizon-center-reflection

Normalmente, queremos posicionar a linha do horizonte mais próximo ao topo ou ao fundo, não no meio do quadro; entretanto, quando fotografamos assuntos e seus reflexos, podemos quebrar essa regra.

3. Incline-se em Direção ao Quadro

Ao fotografar pessoas e animais, é melhor tê-los olhando para o quadro. Se há ação na sua imagem, deixe mais espaço no lado do quadro onde a ação estiver acontecendo. Fica mais natural dessa maneira e permite que o observador tenha noção para onde o assunto se encaminha.

bird-face-into-frame

Enquadre seu assunto de modo a deixar mais espaço no enquadramento na direção do olhar do assunto.

goose-with-and-without-cropmark

Na primeira imagem de um cisne negro está centralizado e a composição não é muito interessante; Cortando a imagem, podemos mover o assunto para o topo, à direita do quadro, para obter uma composição mais interessante (na imagem com o quadrado vermelho).

final-cropped-bird-c

O assunto está direcionando os olhos dos observadores através do quadro; seguindo a regra de posicionar mais espaço vazio na frente de um assunto que se move.

4. Linhas de direção

Ao fotografar edifícios ou outros assuntos lineares, componha a imagem de forma que os elementos de arquitetura conduzam os olhos do observador através da fotografia. Essas “linhas de direção” conduzem seus olhos através da imagem, e algumas vezes até para fora dela. Essas linhas podem ser os principais assuntos da imagem ou podem ser usadas para guiar o observador para uma área específica dentro da fotografia, que é um importante ponto focal.

Além das linhas retas, as curvas também fazem composições interessantes. Elas têm o objetivo de conduzir os olhos do observador por toda a imagem. As curvas podem ser o assunto principal, ou como acontece com as linhas de direção, elas podem ser um meio de guiar o observador para assuntos diferentes dentro de uma imagem.

Woodland-Stairs

Essa imagem é um exemplo de como as linhas curvas de um assunto podem conduzir os olhos do observador ao redor do quadro, seguindo as linhas curvas.

Ellis-Island-Building

Essa imagem possui linhas de direção fortes que conduzem os olhos do observador da direita da imagem para a esquerda, ao longo do corredor.

5. Texturas e padrões

Assuntos com padrões repetitivos podem resultar também em fotografias interessantes. Padrões encontrados na natureza ou que são feitos pelo homem, podem garantir uma composição forte à sua imagem. Observe o interior dos assuntos numa cena para encontrar padrões.

Por exemplo, você pode encontrar uma caixa cheia de maçãs e não pensar muito sobre ela, mas com uma composição e atenção somente na fruta você terá criado um padrão de repetição de cor e forma. Também procure desvios nos padrões. Por exemplo, se a mesma caixa tinha somente maçãs vermelhas, mas agora alguém colocou uma maçã verde junto. Agora temos um padrão repetitivo com uma quebra, o que cria um ponto forte de foco, a maçã verde.

As texturas podem também funcionar a seu favor quando criam imagens com composições fortes. Chegue mais perto ampliando o zoom ou mesmo usando uma lente macro, e procure texturas em um assunto. Ao fotografar padrões e texturas, não é necessário capturar todo o assunto, mas apenas uma parte dele. As texturas podem ser leves como as penas de um pássaro, ou mais fortes como a pintura descascada ou partes de uma madeira.

texture

 

A pintura enferrujada e descascada nesse barco de pesca por si só, é uma textura. A luz do sol atingindo o barco mostra a textura em camadas da pintura e da ferrugem.

Observe Cuidadosamente

A maioria das pessoas não pensa sobre a composição quando olha para as fotografias, mas sabe quando uma fotografia é agradável de ser vista, mesmo sem saber o motivo. Para melhorar as suas habilidades de composição, reserve um tempo para observar as fotografias tiradas por pessoas cujo trabalho você admira. Preste atenção em como elas posicionaram seus assuntos dentro de um quadro, como são os seus planos de fundo, o que foi adicionado à imagem e o que foi tirado dela. Agora, revise suas fotografias e faça a pergunta de como você poderia tê-la melhorado ao mudar a composição.

Essas dicas são somente um ponto de partida. Lembre-se de que para cada regra há uma exceção. Não tenha receio de arriscar se isso produzir uma fotografia melhor.

Fonte: Nikon

F O T O G R A F I A  N I N J A

PACK DE 2.500 POSES

Digite seu e-mail abaixo e BAIXE GRÁTIS: Pack com 2.500 poses de fotografia para homens, mulheres, casais, grupos, crianças, nu e muito mais!!"

(100% grátis)

O link é enviado no seu e-mail.

Ambiente 100% Seguro. Livre de SPAM.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here